Posso cancelar meu empréstimo consignado? Saiba se esta é uma operação possível

Confira as possibilidades que os clientes acabam tendo no momento que assinam um empréstimo consignado.

Publicado em 15/05/2024 por Rodrigo Duarte.

Anúncios

O empréstimo consignado é um tipo de linha que acaba sendo muito interessante para quem precisa de um dinheiro extra no dia a dia. Ele é um dos tipos de empréstimos mais baratos que podem ser encontrados nos bancos nos dias de hoje, mas acaba sendo restrito apenas para determinados públicos.

Posso cancelar meu empréstimo consignado? Saiba se esta é uma operação possível

A partir do momento que as pessoas assinam os contratos de empréstimo consignado elas acabam tendo as parcelas sendo descontadas diretamente das folhas de pagamento, sem que o dinheiro vá parar nas contas correntes dos profissionais. E isso torna o crédito mais seguro para quem empresta o dinheiro, pois a certeza do pagamento aumenta.

Mas isso faz com que os clientes tenham algumas dúvidas sobre a operação em si. Mesmo que os descontos sejam feitos dos pagamentos recebidos e também dentro de uma margem, existem diversas situações na vida das pessoas que podem acabar fazendo com que elas tenham problemas financeiros em função destes empréstimos.

Portanto, muitos estudam a possibilidade de cancelar o empréstimo consignado contratado diretamente junto às instituições financeiras.

Os clientes podem cancelar o empréstimo consignado?

De acordo com uma lei que fala especificamente sobre como o empréstimo consignado pode ser oferecido para os clientes de uma forma geral, é possível solicitar o cancelamento do consignado. Mas existem algumas regras que devem ser observadas. Este cancelamento deve ser feito apenas a partir do momento que os clientes se arrependem da operação feita.

Além disso, existem alguns outros casos que também estão previstos em lei e que devem ser observados, como a partir do momento que o empréstimo é feito sem uma autorização prévia que seja comprovada de parte do banco ou ainda quando existe algum tipo de quebra de contrato que acontece de parte da instituição financeira.

Existe um prazo para solicitar o cancelamento do empréstimo consignado?

Além disso, existem alguns pratos que são citados na lei e que também devem ser observados a partir do momento que as pessoas fazem a operação. A lei afirma que os clientes podem cancelar a operação em um prazo de sete dias a partir do momento que ela é liberada. Neste caso, o prazo que acaba sendo levado em consideração começa a contar na assinatura do contrato ou ainda a partir do momento que o dinheiro entra na conta.

Como cancelar um contrato de empréstimo consignado?

A lei não define um procedimento padrão que deve ser seguido para que o empréstimo consignado seja devidamente cancelado. Mas os clientes devem, antes de mais nada, entrar em contato diretamente com a instituição financeira que liberou o empréstimo. Lembrado que estes contratos acabam sendo feitos com o banco, mesmo que os mesmos acabem tendo parceria com os órgãos que realizam os pagamentos para os beneficiários, aposentados ou trabalhadores.

Hoje em dia a grande maioria dos bancos possuem canais de atendimentos eletrônicos que oferecem essa operação para o cliente, como acesso a todas as informações do empréstimo e também a possibilidade de cancelamento. Os aplicativos, por exemplo, podem acabar surgindo como uma forma de solicitar este cancelamento.

Mas cada banco pode ser a sua forma, sendo recomendado que o cliente entre em contato com o banco para entender melhor quais são os caminhos que ele deve percorrer para efetuar o cancelamento.

Lembrando que, independente da forma e do canal de comunicação utilizado, é muito importante que as pessoas formalizem o pedido de cancelamento, tendo as devidas comprovações de que a operação foi solicitada e depois de todos os andamentos, justamente para que as pessoas consigam comprovar caso as parcelas continuem sendo descontadas da sua folha de pagamento.

É preciso devolver o dinheiro no cancelamento do empréstimo consignado?

Sim, os clientes devem devolver todo o dinheiro que foi liberado a partir do momento que a assinatura do contrato de empréstimo é cancelada. Mas é importante ressaltar que a devolução deve ser feita apenas do valor contratado, e não do valor efetivo da operação, que seria o total que o cliente pagaria de volta ao banco nas parcelas do consignado.

Não existe uma previsão de multa e taxas caso o cliente cancele o consignado dentro das situações citadas anteriormente. Em outros caos, será preciso consultar os dados disponíveis no contrato.

ESCRITO POR: Rodrigo Duarte - Jornalista formado pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), com especialização em Marketing Digital.
Faça login
ou
Criar conta
ou
Recuperar acesso

Informe o seu e-mail para que possamos enviar novas instruções de acesso.