Seguro residencial: como economizar na apólice

Confira algumas dicas para conseguir economizar dinheiro na hora de fechar estes seguros.

Publicado em 26/06/2024 por Rodrigo Duarte.

Anúncios

O seguro residencial é uma forma de adquirir uma determinada camada de proteção focada no patrimônio imóvel. A casa onde as pessoas moram acaba se tornando uma das principais conquistas de um indivíduo, pois ela garante um teto para que essas pessoas consigam viver.

Seguro residencial: como economizar na apólice

A segurança que acaba surgindo a partir do momento que uma pessoa faz uma apólice está basicamente relacionada as finanças. A cobertura financeira permite com que as pessoas consigam estar preparadas para enfrentar situações emergenciais que podem acabar fazendo com que elas percam parte da sua casa, por exemplo.

Mas, mesmo diante desta possibilidade, existem ainda muitas pessoas que não conseguem ter um seguro residencial, especialmente a partir do momento que elas não conseguem separar um determinado valor que deve ser pago todos os meses. Os prêmios realmente podem acabar comprometendo boa parte da renda média dos brasileiros.

Mas existem algumas formas e dicas que podem ajudar a economizar no momento da escolha de uma determinada seguradora para cobertura de imóvel. Confira essas estratégias que podem fazer toda a diferença:

Compare as cotações

Antes de mais nada, uma das principais regras para economizar na compra de qualquer tipo de produto ou de serviço é pesquisar. E mesmo que as pessoas acabem encontrando valores muito próximos entre as grandes seguradoras, vale a pena dar uma pesquisada, pois é possível encontrar preços bem diferentes dependendo da companhia.

Existem alguns fatores que acabam fazendo diferença neste valor final, como o fato da empresa ser de maior ou menor porte, a estrutura de atendimento que ela oferece para os clientes e até mesmo o fato dela oferecer atendimentos através de aplicativos e sistemas digitais.

Escolha as coberturas que realmente serão utilizadas

Uma apólice de seguros acaba sendo composta por um conjunto de coberturas principais, que são aquelas que garantem, de fato, o recebimento de determinados valores a partir dos sinistros, e também uma série de coberturas extras, incluindo os serviços que podem ser utilizados de forma preventiva para evitar que o imóvel passe por algum tipo de problema.

Quanto mais coberturas uma determinada apólice oferecer para os estudantes, mais caro fica o valor que os clientes precisam pagar mensalmente. E muitas destas coberturas acabam não sendo utilizadas. Por isso, pode ser interessante passar um pente fino nas propostas e conseguir identificar e separar aquelas coberturas que poderão ser removidas da apólice para que ela fique mais barata.

Algumas das coberturas que podem ser consideradas como essenciais para uma apólice de seguro residencial são as seguintes:

  • Incêndio, explosão, raio e fumaça
  • Roubo ou subtração de bens
  • Responsabilidade civil
  • Despesas adicionais de moradia

Já outras coberturas que podem ser encontradas no segmento de seguros residenciais podem acabar sendo consideradas como passíveis de serem avaliadas, como coberturas para bens de alto valor, coberturas para animais de estimação, coberturas de proteção contra riscos específicos e coberturas para melhorias na casa de uma forma geral.

Invista na segurança da casa antes de fechar o seguro

Investimento em segurança costuma ser feito pela grande maioria das pessoas que se preocupam minimamente com essas questões. Mas eles também podem acabar se tornando uma forma de obter um desconto no pagamento dos seguros, uma vez que estes sistemas podem ajudar a evitar uma série de sinistros.

Por isso, caso o dono do imóvel esteja pensando em fazer determinados investimentos nas questões de segurança, pode ser interessante fazer essas melhorias e instalações antes da vistoria que será feita pela operadora de seguros. Assim, eles serão considerados e levados em consideração no momento do valor final.

Não deixe de fazer manutenções preventivas

Mesmo com um imóvel devidamente segurado, é muito importante que os donos e responsáveis pelos imóveis realizam a conservação do imóvel. Isso ajuda a reduzir a possibilidade de que aconteçam determinados tipos de sinistros, e também podem acabar sendo revertidos como descontos no pagamento dos prêmios.

Para que essas manutenções preventivas acabem surtindo algum tipo de efeito no momento do fechamento da apólice ou da renovação da mesma, é muito importante que elas sejam devidamente informadas para a seguradora. Os procedimentos para que isso seja feito acaba mudando de empresa para empresa, mas o corretor de seguros pode acabar sendo utilizado como esse intermediador.

Dentre as manutenções preventivas que podem surtir efeito positivo estão reforços na estrutura, troca de materiais envelhecidos, instalação de sistemas de prevenção a incêndio, dentre outras.

ESCRITO POR: Rodrigo Duarte - Jornalista formado pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), com especialização em Marketing Digital.
Faça login
ou
Criar conta
ou
Recuperar acesso

Informe o seu e-mail para que possamos enviar novas instruções de acesso.